sábado, 3 de fevereiro de 2018

Nas ruas


 
quem conhece  a solidão
que abraça as costelas
pra banir o frio da indiferença?
 
Eliana Pichinine

Nenhum comentário:

Postar um comentário