sábado, 16 de julho de 2011

saudade eu tenho do que não nos coube

lamento apenas o desconhecimento

daquilo que não deu tempo de repartir

você não saboreou meu suor

eu não lhe provei as lágrimas

é no líquido que somos desvendados

no gosto das coisas o amor se reconhece

o meu pior e o meu melhor e os seus

ficaram sem ser apresentados

Martha Medeiros

In: MEDEIROS,Martha - Cartas Extraviadas e outros poemas, L&PM, Porto Alegre,2010.

quarta-feira, 13 de julho de 2011

Guardar




Guardar uma coisa




não é escondê-la ou trancá-la.


Em cofre não se guarda




coisa alguma.




Em cofre perde-se




a coisa à vista.




Guardar uma coisa é




olhá-la, fitá-la, mirá-la




por admirá-la, isto é,




iluminá-la ou ser por ela




iluminado.


Guardar uma coisa é vigiá-la, isto é,




fazer vigília por ela, isto é, velar por ela,



isto é, estar acordando por ela,



isto é, estar por ela ou ser por ela.


Por isso melhor se guarda




o vôo de um pássaro




do que pássaros sem vôos.


Por isso se escreve,




por isso se diz,




por isso se publica,




por isso se declara e declama




um poema:




Para guardá-lo.




Para que ele, por sua vez,



guarde o que guarda.



Guarde o que quer




que guarda um poema.



Por isso o lance do poema:




Por guardar-se o que quer guardar.




Antonio Cícero

quarta-feira, 6 de julho de 2011

Alforria II

Recém

antigo

amor

de ti

tornei-me

refém

E agora

liberto-me

das

correntes

que criei

22/10/10 & 27/10/10
Eliana Pichinine

Alforria I

Coração alforriado

soltou-se da corrente

Num dia ensolarado

avistou um antigo

e marcante amor

Quando menos esperava

não ouviu o compasso

da palpitação

Os olhos seguiram

outro rumo

sorrindo de montão*


14/10/10 & 21/10/10

Eliana Pichinine

*Expressão popular


terça-feira, 5 de julho de 2011

Convivência

Casear

a sua vontade

com a do outro


Aparar arestas

Captar o tom

separadamente

juntos

9/10/10
Eliana Pichinine

In: Pichinine, Eliana- Retrós, Editora Multifoco, 2011,p85.

domingo, 3 de julho de 2011

1 ano!

No dia 7 de julho de 2011 este espaço completará 1 ano!

No decorrer da semana postarei alguns poemas



que foram mostrados nesse período.

Quem quiser participar e opiniar qual gostaria de reler,



ou o que mais gostou, é só

indicar nos comentários.

Obrigada pelo carinho de todos


que compartilham comigo





umas das maravilhas da vida:

a poesia!


Grande bj

Eliana Pichinine